Notícias

Colégio do Salvador promove tarde de diversão e aprendizado no Museu da Gente Sergipana

Os alunos das turmas do 1º ano da Educação Infantil do Colégio do Salvador vivenciaram uma tarde de muita diversão, mas também de muito aprendizado na terça-feira, 8, durante visita ao Museu da Gente Sergipana. A atividade extraclasse promovida pela escola ocorre todos os anos com as crianças que estão prestes a se formar no ABC e tem o objetivo de aproximar os alunos das manifestações culturais do estado onde vivem. Promovendo, através do passeio ao Museu, o aprendizado de uma forma lúdica e divertida, como explica a diretora da Educação Infantil, Nair Almeida.

 

“Esse é um passeio que a gente faz todos os anos com as turmas do 1º ano, pois é extremamente atrativo para a faixa etária deles. É uma maneira de eles verem, na prática, algumas coisas que eles estudam no conteúdo de história e de conhecerem um pouco mais sobre Sergipe e Aracaju.”, destacou Nair.

 

No Museu da Gente Sergipana, as crianças visitaram uma budega, que é um pequeno armazém onde puderam conhecer diversos objetos que são comercializados nesses locais e seus nomes típicos. Também aprenderam sobre animais e plantas que formam a fauna e a flora de Sergipe a bordo de um divertido barquinho. Além de conhecer manifestações culturais, artesanatos, comidas típicas e brincadeiras que fazem parte da história dos sergipanos.

 

Eufóricas com a visita ao museu, as crianças não escondiam a alegria e a animação em conhecer o local. A grande maioria nunca tinha ido ao Museu da Gente Sergipana.

“Nunca tinha vindo aqui e foi muito legal. O que mais gostei foi o carrossel porque ele gira de verdade. E a rede de pescar que eu nunca tinha visto”, contou Maria Clara Portugal, aluna do 1º ano C, depois de conhecer o Museu.

 

O aluno João Guilherme Veiga de Oliveira, do 1º ano C, também não conhecia. “É a primeira vez que eu venho aqui e gostei muito do barco que passou pelas matas e também da amarelinha”, contou ele.

 

A aluna Luíza Mellins, de 6 anos, estava encantada. “Eu achei bem legal porque teve muita coisa que eu ainda não conhecia. E também adorei poder brincar de amarelinha”, revelou Luíza.

Galeria Voltar Galeria Avançar
Carregando legenda