Notícias

Arraiá do Salvador é marcado por muita alegria e tradição

O clima junino tomou conta da quadra do Colégio do Salvador, na tarde da última quarta-feira (20). Bandeirinhas, comidas típicas e muito forró, anunciavam a festa em homenagem aos santos juninos.Os alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio participaram das quadrilhas juninas e fizeram um lindo ‘arraiá’. 

 

Famílias inteiras se caracterizam e entraram no clima deixando a quadra lotada. “O São João é a maior festa do Nordeste, o povo sergipano mora no "País do Forró" e, aqui no Colégio, apresentamos para os pequenos esta festa e, para os maiores, mantemos essa tradição da nossa terra. Desde cedo, as meninas já aprendem a balançar o vestidinho e dançar xote e xaxado”, destacou a diretora da Educação Infantil, Nair Almeida. 

 

A coordenadora do Ensino Fundamental I, Ana carla Ferreira, falou de como foi feito o trabalho de construção da festa e também ressaltou a importância de manter a tradição viva. “É  um trabalho de ensaio, de escolha de música, aliando o tema que estamos fazendo este ano, que é a Copa, então todas as quadrilhas vêm com elementos que lembrem o tema principal. Não podemos deixar a cultura morrer, no meio da informatização as crianças ficam muito no mundinho delas, então o ideal é trazê-las para nossa cultura transmitir o valor para esses meninos e meninas”. 

 

 

Emoção

 

Para quem não resiste a uma fofura, foi difícil se segurar ao ver a apresentação dos pequenos do Maternal. Eles deram um show de simpatia e alegria, deixando papais e mamães orgulhosos. Pela primeira vez assistindo a apresentação da filha, Luma Azevedo, não segurou a emoção. “Achei a coisa mais linda, ela dançou muito, e já em casa ela quebrava o caranguejo e fazia a gente dançar junto. Caprichei no visual, pois nos eventos do Colégio temos que fazer bonito”, afirmou.

 

A mamãe Louise Barreto estava encantada em ver o desenvolvimento da filha. “Ficamos emocionados, porque eles conseguiram fazer a coreografia colocando seu jeitinho”, relatou. Os pais do pequeno Lucas, do Maternal 2, também eram só alegria com o desenvolvimento do filho e usaram de uma estratégia para que ele se soltasse na dança. “Ele é muito animado, mas sempre que nos via nas apresentações ficava parado, então resolvemos nos esconder e ele se soltou, foi uma surpresa. Ele adora dançar e foi maravilhoso”, destacou a mamãe Juliana Franco.

 

 

Vestidos a caráter

 

Foi difícil encontrar uma família que não estivesse caracterizada, a festa junina envolveu toda a família e eles entraram no clima usando camisas xadrez, botas, adereços e dançando muito forró.O papai Marcó Almeida, que ama São João, resolveu se vestir a rigor, com sandálias de couro, camisa xadrez e chapéu de palha. “Essa é a melhor festa do ano e o colégio sempre faz uma festa bonita. Então resolvi vir a caráter para incentivar meus filhos. Eles adoram a festa junina e eu também”, afirmou.

 

A mamãe Andreza Nascimento, também estava no clima junino. “Antes de vir meu filho estava chorando, então eu resolvi me caracterizar para ele entrar no clima e deu certo. Foi ótimo, ele dançou, brincou, e estou muito feliz de ver ele participando e interagindo”.
 

 

 

Alegria pura

 

Durante as apresentações das quadrilhas juninas era possível perceber a alegria estampada nos rostos das crianças e também dos adolescentes, foram momentos de dedicação e superação. A mãe da aluna Carla Sophia, 1º período, Fátima Mota, contou que a filha surpreendeu com sua liderança. “Ela estava muito ansiosa e sempre chegava em casa informando o passo a passo e chegou aqui dançou lindamente, ela ama se apresentar. Ela disse que a coreografia seria difícil, mas que ela iria conseguir, e conseguiu, foi lindo ver o desempenho dela e a socialização com os colegas”, ressaltou.

 

Maria Eduarda, aluna do 2º ano, estava com a música na ponta da língua e vibrou durante toda a apresentação. “Gosto muito de dançar quadrilha junina, eu ensaiei muito e foi muito bom me apresentar”, disse a aluna que fez questão de escolher o vestido que usaria na apresentação.

 

Ansiosa pela festa junina a intercambista do Timor Leste, Nadya Andrade Filipe, não se conteve de tanta alegria ao poder experimentar um pouco da nova cultura. “Foi muito legal, só de ver a pessoa dançar eu já queria aprender e hoje consegui me apresentar com meus amigos de classe. Tive só dois ensaios, mas consegui aprender os passos e hoje pude dançar. Estou muito contente, pois quero conhecer muito dessa nova cultura e consegui participar. Foi bom demais, uma das melhores experiências que tive, me diverti muito, foi tudo muito lindo”, contou Nadya que vestia um tradicional vestido de quadrilha junina.

 

E como os festejos juninos despertam várias emoções, para a aluna do 3º ano, Bianca Chagas, a mistura era de alegria e despedida. “Essa festa para mim está sendo incrível, pois é meu último ano no colégio e estamos aproveitando ao máximo.Além disso é um lazer para esquecer um pouco das pressões deste último ano. Eu sempre faço questão de participar, pois é a nossa tradição e temos que preservar a nossa cultura, as vezes esquecemos, mas esse é o melhor momento de relembrar”, concluiu. 

Galeria Voltar Galeria Avançar
Carregando legenda