Notícias

Procissão de Ramos marca início da Semana Santa do Colégio do Salvador

A quadra do Colégio do Salvador se transformou em um pedacinho de Jerusalém, na manhã desta sexta-feira, 23, para a passagem da Procissão de Ramos. Encenada pelos próprios alunos, a procissão marca o início das celebrações da Semana Santa da instituição.

Alunos da Educação Infantil e Fundamental Menor já chegaram à escola com ramos nas mãos para aguardar a tradicional homenagem ao Domingo de Ramos, celebrado todos os anos no Salvador.

 
Assim que os alunos Arthur Tavares (turno matutino) e João Artur (turno vespertino) que representaram Jesus Cristo, chegaram para a procissão, as crianças não conseguiram controlar a emoção. A euforia tomou conta de todos quando a procissão iniciou e os alunos viram o jumentinho que trazia os alunos representando a chegada de Jesus Cristo à Jerusalém.

 

Logo atrás, vinham Nossa Senhora, sua prima e amiga. Outros 12 alunos representaram os 12 apóstolos que acompanharam Jesus Cristo.

 

Depois de vivenciar o momento, Ana Clara (Nossa Senhora) revelou como se sentiu participando da encenação da Procissão de Ramos. “Eu representei Nossa Senhora e foi muito bom. Senti todo mundo feliz quando entrei na quadra da escola”, contou ela.

 

Antes do encerramento da celebração, D. Mariá Galrão, uma das fundadoras do Colégio do Salvador, fez questão de deixar uma mensagem para os alunos sobre o significado do Domingo de Ramos.

 

“Hoje, estamos dando início à Semana Santa e vimos o que aconteceu no Domingo de Ramos quando Jesus Cristo chegou à Jerusalém para ser crucificado. Jesus morreu na cruz para que todos nós pudéssemos receber a salvação e chegar até o céu”, lembrou ela.

A diretora da Educação Infantil, Nair Almeida, falou um pouco sobre a celebração que marca o início da Semana da Páscoa. “Já é uma tradição do Salvador fazer a Procissão de Ramos com as crianças e, por ser uma escola católica, trabalhamos, de maneira lúdica, todos os acontecimentos que marcam a Semana da Páscoa”, explicou.

 

Nair ainda destacou a importância da participação dos alunos em eventos como esse.  “O Colégio oferece uma formação religiosa e as crianças já participam desde pequenininhas dessa dramatização. Apesar de ser um evento interno, ou seja, sem a presença dos pais, conseguimos ver o grande nível de envolvimento das famílias já que, durante a semana, pedimos que as crianças trouxessem os ramos e, hoje, quase 100% deles chegou com os raminhos para participar da procissão!" completou.

Galeria Voltar Galeria Avançar
Carregando legenda